“A autenticidade das suas Amizades tem um enorme impacto em sua saúde e bem-estar”. Essa é uma das conclusões convergentes de diferentes estudos sobre as relações humanas que este post do NYTimes aborda.

Aos que já mergulharam nesse tema, ou quiserem começar agora usando esses estudos do MIT, Princeton e etc da reportagem, meus aplausos! Entender a complexidade das Amizades é, e sempre foi, um desafio.

Puxando um fio nesse novelo, tenho comigo que Amizade liga o cérebro ao coração. É só encontrar um(a) amigo(a) de verdade que o crânio e o tórax estão logo harmônicos, entusiasmados!

Com ou sem estudos, todo mundo sabe que bom mesmo é olho no olho transmitindo integridade, prosa desinteressada e atitude virtuosa que fortalecem princípios, e saudações fraternas para reiterar o desejo mútuo de novos encontros!

É assim. Amizade não é destino. É caminho. Caminhemos, e que seja longa nossa jornada!

Abração “Procê”!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor coloque aqui o seu Nome