O carro dos sonhos dos Startupers

Maserati, a "prima" elegante da Ferrari, é objeto de desejo dos empreendedores de sucesso

0
570

Mesmo em uma era em que o serviço de transporte vem se transformando rapidamente, seja pelo fenômeno dos apps de transporte individual, seja pelas promessas de novas alternativas tecnológicas como os veículos autônomos ou os drones, o glamour dos veículos próprios e de alta performance ainda gera uma ambição pessoal que, certamente, compõe parte do conjunto de desejos dos empreendedores que sonham em construir novas e grandes iniciativas lucrativas. Um desse objetos de quatro rodas que protagonizam uma saudável e ambiciosa corrida pelo sucesso empresarial é, há décadas, sintetizado na palavra Maserati!

Vem dos irmãos Maserati, no início do século passado, o espírito esportivo dos carros que levam o nome da família. Por obra destes, desde 1914 os carros brilham nas pistas de corrida e nas ruas comuns, aguçando desejos dos apaixonados por potência, com o diferencial de elegância.

Seja em 1955, seja hoje, as Maseratis são símbolo de vanguarda

Todos os carros da marca ostentam um icônico tridente, em referência à estátua de Netuno, deus dos mares, presente na Piazza Maggiore em Bologna, Itália, terra natal da empresa.

Tendo sido integralmente comprada pelo grupo Fiat em 1993, a fábrica se transferiu para a cidade de Modena e passou a ser parte do mesmo conglomerado que a Alfa Romeo e a sua arquirrival Ferrari. Dentro do grupo, a marca Maserati permaneceu independente, preservando a competitividade histórica com sua “prima”, porém tendo mais fôlego para focar em veículos mais requintados que a marca do cavalinho.

E desta tradição, que leva à convergência da competitividade com o luxo, surgem hoje os modelos desejados pelo público que, ao mesmo tempo que buscam o estado-da-arte em performance e dirigibilidade, querem sofisticação e conforto em seu veículo de uso pessoal.

Maserati Ghibli 2017

Uma destas linhas é a Maserati Ghibli, sedan de luxo que alcança os 263 km/h, e faz a aceleração de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos.

A Ghibli recebeu o mesmo nome de um vento quente do deserto Africano que sopra vindo do Sul em direção ao Mar Mediterrâneo. Com seu design deliciosamente curvo como ventos do deserto, e um motor que aquece o coração de quem está no interior do veículo, parece que o nome tem razão de ser este. Em sua versão básica, vem com um motor V6 3.0 bi-turbo de 345 cavalos e tração traseira; já a versão S, voltada a alta performance, tem 404 cavalos e tração integral como opcional. Ambas as versões têm câmbio automático de 8 velocidades. Apesar do nome que remete aos ventos quentes, a performance e conforto da Ghibli traz um novo fôlego a um mercado até aqui dominado por sedan alemães.

Maserati Quattroporte 2017

E mesmo com todo o furor criado pela Ghibli, certamente a grande estrela comercial da marca é a Maserati Quattroporte. Sedan esportivo de luxo um pouco maior que sua irmã Ghibli, a Quattroporte alcança os 307 km/h de velocidade máxima, e faz a aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos. Sua atual sexta geração foi lançada em 2013, e hoje está disponível nos modelos S Q4, GTS e Diesel. A S Q4 tem um avançado sistema “four wheel drive”, com um motor V6 bi-turbo de 404 cavalos. A GTS tem tração traseira e um motor V8 de 523 cavalos. Já a Quattroporte Diesel varia em alguns mercados em que é oferecida, entre 250 e 275 cavalos. A geração atual da Quattroporte cresceu em tamanho, o que aumentou sua competitividade frente a concorrentes graúdos e poderosos, como a Mercedes-Benz classe S, o Jaguar XJR, a BMW série 7 e o Audi S8.

Detalhe do motor de uma Quattroporte V8 2017

Uma curiosidade interessante, e que para alguns pode ser o fator primordial de compra, fica por conta de um estudo feito em 2009, que comprovou que o ruído produzido pelo motor da Quattroporte teria um efeito biológico nas mulheres que o ouvem! O estudo foi conduzido pela companhia inglesa de seguros Hiscox, e incluiu diversos participantes. Todos eles ouviram uma variedade de sons de motores de diferentes carros, e, após ouvirem o motor da Maserati Quattroporte, todas as mulheres apresentaram aumento nos níveis de testosterona no sangue, o que pode ser um indicativo de agitação da libido. Ainda de acordo com o estudo, entre todos os carros testados, o som da Maserati foi o que recebeu maior resposta nos níveis de testosterona. Desde então, para proporcionar benefícios desejáveis como este também aos que não tiverem condições de comprar uma Quattroporte, a Maserati chegou a disponibilizar um ring-tone com o som da Quattroporte que pode ser baixado no celular dos interessados.

A promessa para 2018 é que a Quattroporte S Q4 passe por um upgrade de potência, chegando a 450 cavalos na versão V6, e 560 cavalos no modelo GTS V8, ambas com tração integral nas 4 rodas.

Portanto, fica aí a sugestão aos Startupers. Conquistem seus mercados! E, em seguida, encomendem a Maserati que mais gostarem…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor coloque aqui o seu Nome