Windows Story Remix quer tornar você um designer audiovisual

Nova ferramenta da Microsoft incorpora inteligência artificial para produção de vídeos por não-profissionais

0
404

Um movimento da gigante Microsoft ocorrido nesta última quinta-feira, durante seu encontro global Build 2017, causou furor em desenvolvedores e profissionais das artes gráficas de todo o planeta. Trata-se do anúncio de seu novo aplicativo de edição e produção de vídeos integrada ao Windows 10, o Windows Story Remix.

Anunciado como uma ferramenta para transformação de fotos e vídeos, o Story Remix incorpora capacidades de inteligência artificial que podem representar mais que um movimento da Microsoft rumo ao mercado de vídeos domésticos. Talvez, este aplicativo, aliado às funcionalidades da Cortana e da Timeline do Windows 10 e do Onedrive, represente um passo consistente na disputa com suas rivais Apple e Google (ou Alphabet) na corrida pelo pioneirismo tecnológico com base em Inteligência Artificial disponível aos consumidores e usuários finais.

Voltando ao aplicativo, o Story Remix empodera os usuários do Windows a criar ótimos audiovisuais utilizando fotos, vídeos e músicas. Iniciando por uma funcionalidade de sugestão de estórias, concentradas em uma página de Exploração que aglutina toda a sua coleção de mídias, o usuário recebe ideias para despertar sua criatividade na produção do seu material. Com base nessas sugestões, ou em seu próprio interesse, o criador pode definir o fluxo e os conteúdos que deseja incorporar, bem como os aditivos que trarão apelo e atenção dos espectadores à sua obra.

Mas a brincadeira fica mais séria quando as funções de realidade virtual e objetos 3D são usadas, incorporando novos elementos às suas fotos e vídeos. E tudo isso é complementado pela busca inteligente, que aciona a inteligência artificial do sistema, neste exemplo a “image recognition technology”, para encontrar, marcar e acompanhar pessoas, locais, objetos e eventos no material em produção.

Funções como esta não são exclusivas ao Story Remix. A Microsoft já vem incorporando códigos de “deep learning” que permitem que os computadores pessoais aprendam com seus usuários, de forma a facilitar atividades e aumentar a produtividade de todos. É o caso do Skype, que também utiliza o “deep learning” para realizar, em tempo real, tradução de telefonemas entre usuários falando idiomas diferentes.

Espera-se, portanto, que uma nova geração de aplicativos, inclusive o Story Remix e o Skype, estejam disponíveis nos próximos meses para os consumidores, fortalecendo a posição da Microsoft no mercado de tecnologia de alta produtividade para uso doméstico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor coloque aqui o seu Nome